Notícias Fecomercio

22 de janeiro de 2019

Parcela de famílias paulistanas endividadas em dezembro cai ao menor índice desde fevereiro de 2017


Segundo a FecomercioSP, proporção com dívidas retraiu 2,8 pontos porcentuais em relação a novembro, atingindo 48,7%

A proporção de famílias paulistanas endividadas registrou, em dezembro, a menor taxa desde fevereiro de 2017, atingindo 48,7%, redução de 2,8 pontos porcentuais (p.p.) em relação a novembro e queda de 7,6 p.p. na comparação com o mesmo período do ano passado. Essa queda anual significa, em números absolutos, que 284 mil famílias deixaram de estar endividadas e, agora, são 1,9 milhão de lares que permanecem com algum tipo de dívida.

Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A taxa de inadimplência seguiu a mesma tendência e apresentou queda de um ponto porcentual – de 18,5% para 17,5% de famílias que não conseguiram quitar a dívida até a data do vencimento. No contraponto anual, a retração foi ainda maior: 2,2 pontos porcentuais. Atualmente, são 685 mil lares nessa condição de atraso.

O porcentual de famílias que dizem que não terão condições de pagar suas dívidas com atraso apontou leve queda, de 8,7% em novembro para 8,3% no mês atual. Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, apesar da queda, essa taxa segue superior aos 7,4% de dezembro do ano passado. Na cidade de São Paulo, são 325 mil famílias que estão nessa situação. Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias

parceiros